Conferencia Interamericana de Educación Matemática, XV Conferencia Interamericana de Educación Matemática

Por defecto: 
Trajetórias profissionais de educadores matemáticos e suas ações de insubordinação criativa ao promover a educação estatística
Celi Espasandin Lopes

Edificio: Bloque 12
Sala: 204
Fecha: 2019-05-09 04:30  – 04:50
Última modificación: 2019-04-16

Resumen


Este artigo apresenta um estudo que mapeou e analisou narrativas orais e escritas, com o objetivo de identificar ações insubordinadas reveladas por professores que ensinam matemática e discutir como essas atitudes contribuíram para a efetivação do ensino de probabilidade e estatística em suas aulas de matemática. O termo “insubordinação criativa” refere-se às quebras de regras que profissionais assumem, ao buscar proteger aqueles a quem prestam serviços e possibilitar a eles melhores condições. Discutem-se as ações de insubordinação criativa a partir das imagens que o professor cria e narra sobre suas práticas. Trata-se de uma pesquisa (auto)biográfica que toma as narrativas de si como práticas de formação e autoformação. Evidenciaram-se aspectos da prática docente que são indicadores significativos para o ensino e a aprendizagem da probabilidade e da estatística e revelou-se a importância do grupo com trabalho colaborativo para a constituição do professor subversivamente responsável.


Palabras clave


: narrativa; insubordinação criativa; trabalho colaborativo; educação estatística.

Texto completo: PDF